Quase 30 lançamentos da Adidas supostamente vazaram

As vezes acontece de vazarem algumas informações sobre lançamentos de tênis, muito comum com o Yeezy através de canais como a Yeezy Mafia que é quase um ninja, acontece que supostamente, não tivemos apenas um modelo, ou detalhes de material ou preço, mas sim de uma gama de tênis da Adidas.

Estamos falando de silhuetas recentemente divulgas em colorways que nem se quer tinha se imaginado, como é o caso do Pharrell’s Tennis HU, inspirado na silhueta do Stan Smith que aparece em mais 3 cores diferentes. Além disso, silhuetas inéditas de Three Stripe foram divulgadas, assim como novos olhares sobre o NMD, EQT, Seeulaters, entre outros…

Por enquanto não se teve um pronunciamento da Adidas, mas achei interessante conferir os modelos.

 

 

 

 

 

Just Don x Air Jordan 2 “Arctic Orange”

No inicio do ano tivemos a notícia de uma terceira parceria entre Don C x Jordan Brand a qual ficou linda, agora os dois se juntam mais uma vez para homenagear uma data muito especial, o Dia das Mães.

Basicamente, eu acho que teve uma daquelas brigas de família em que os seus filhos reclamaram que não podiam usar os seus primeiros lançamentos, e cobraram um pra eles, brincadeiras a parte, é impossível pensar nas mães sem englobar o termo família, né?

Pensando nisso a colorway que se chama “Arctic Orange” foi produzida não só para os adultos, mas também  paras as crianças. Tendo para Big Kids e Grade School. Agora além da família toda pode desfilar com o tênis, os seguidores mais novos também terão a oportunidade de ter.

O “Arctic Orange” segue a linha monocromática assim como os outros lançamentos de Don C para Jordan, vem em um tom rosa pastel, com couro acolchoado (o que eu particularmente acho muito chique) e a camurça flexível na parte lateral.

Seu lançamento será dia 13 de maio, um dia antes do Dia das Mães, não é coincidência, o tênis vem homenageando a sua esposa e filhos de Don C. Com o preço de  US $ 150 para tamanhos de criança, US $ 200 para pré-escola e US $ 350 para as mulheres. Além disso, o Arctic Orange Just Don 2s será bem limitado, apenas 16 lojas venderão o o produto.

Confira as fotos de divulgação:

“Minha família não pôde participar nos últimos lançamentos da Jordan, então me senti bem para permitir que eles participassem. Esta colaboração não é só para a minha família de sangue, mas para a minha família alargada – todos os meus amigos “, explica Don C.Estou animado para colocar a família em primeiro lugar para esta queda e expandir a minha colaboração Jordan para todos.”

“O gancho não é apenas na cor; É costurado em cada peça do sapato. Quando o Jordan 2 foi introduzido na década de 1980 foi produzido com os mais altos padrões na Itália, e cada par de Just Dons representa uma extensão desse patrimônio.”

“Minha família me motiva todos os dias”, diz Crawley. Este mais novo Just Don Jordan 2 é a oportunidade perfeita para deixar que a motivação se expressar em couro acolchoado e camurça suaves – um presente de Crawley para aqueles que são normalmente deixados de fora. 

 

SneakerHead Way of Life – O Canal da Cultura Sneaker

Os últimos posts do blog foram focados mais em lançamentos, como a proposta do blog é bem abrangente e engloba de maneira geral a cultura Sneaker, eu pensei em falar sobre o Canal do Gustavo Barbosa, uma página dedicada exclusivamente a cultura sneaker, e através de um bate-papo ele foi me contando.

O SneakerHead Way of Life, nome do seu canal, surgiu na verdade como uma espécie de necessidade, amante da cultura, ele conta que seu amor por tênis surgiu na fase adolescente por volta dos anos 80/90, recebendo forte influencia de estrelas do basquete como Michael Jordan, Scottie Pippen, Horace Grant, Charles Barkley, entre outros. Vendo eles jogarem, começou a reparar nos tênis e o primeiro que mexeu com ele foi o Air Jordan 6 Black Infrared (Que inclusive, ele conseguiu!),  os anos se passaram e vieram muitos outros modelos como Jordan 12 Flu Game, 13 Chicago  ou o grail máximo, o Jordan 11 Concord ( tanto que esta estampado na foto do canal!).

Hoje, sua coleção conta quase completa, considerando os tênis que o Jordan usou, alguns outros como os Jordans do 1 ao 23 e outros atuais de performance como 28, 29, 30 e 31,  Retrôs e lançamentos de performance como Lebrons, KD’s e Kobes.

O interesse e a dedicação à cultura sneaker se deram tardiamente, em 2012 eu ainda não focava muito na história dos pisantes que não fossem Jordans e foi nessa época que senti a necessidade de conhecer mais tecnicamente o material dos tênis que eu usava, o tipo de amortecimento, a tração dele e até mesmo o tênis mais apropriado para o local onde eu iria usar o tênis. E foi daí que surgiu a Sneakerhead way of life!”

Gustavo sentia uma certa falta de conteúdo sobre o assunto em português no  Youtube e como sempre se interessou review’s de tênis, On feet e entre outros, em setembro de 2016, com a ajuda de dois grandes amigos, Bethoven Amora e Thiago Almeida, criou um canal 100% brasileiro, focado em tênis, especificamente de performance para basquete.

“Como o Sneakerhead Way of Life foca em apenas um segmento, os tênis de performance, o canal não transmite o que é ser um sneakerhead na sua essência, mas para mim ser sneakerhead é se apaixonar pela história de um tênis! É acompanhar a cultura dentro do segmento que mais lhe interessar, é conhecer a história de um tênis e o motivo pelo qual cada par se torna especial para cada pessoa, é viver a historia do tênis ao calçar os sneakers.”

Espero que tenham gostado do post, acho legal  reforçar  como todo o trabalho dele, assim como o meu, é focado em ajudar, acrescentar e crescer. Espalhar conhecimento sem querer algo em troca, queremos mais Gustavos no BR!

Aqui segue um vídeo com a proposta do canal, se inscrevam:

Sua página no Facebook

 

Tayana Taylor X Reebok em mais uma colaboração no Freestyle Hi

O primeiro tênis  fitness projetado especificamente para mulheres não para de se reinventar. Em 2015 Tayana Taylor anunciou parceria com a Reebok sendo modelo da icônica silhueta de 1982, logo depois ela nos surpeendeu com o Freestyle Color Bomb Pack com cores fortes e bem marcantes.

Ainda comemorando os 35 anos do tênis, a Reebok junto a Tayana lançam mais duas colorways do tênis, com as mesmas cores, um rosa e um azul (Porcelana Rosa e Névoa (usado por Taylor)), porém em tons mais leves (“Candy colors”).

Eles não deixam de chamar atenção por serem em tons pasteis, muito pelo contrário, fazem parte de uma campanha de primavera linda, remetendo bastante a década de 80. Sobre a construção e material do tênis não tem muito o que falar, Ambos tem uma parte superior de couro com um forro macio e forro de tecido de terry, sua entressola em EVA, proporcionando assim uma almofada extra.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Saiba mais sobre o Vans Anaheim Fabric

Eu particularmente queria falar sobre eles assim que soube da notícia, mas fiquei esperando receber o tênis em mãos para observar melhor os detalhes, e está REALMENTE MUITO CAPRICHADO!

A história da Vans surge em 1966, no Sul da Califórnia na cidade de Anaheim com Paul Van Doren que depois de 20 anos de experiência no mercado calçadista resolveu reproduzir seus próprios tênis. (GRAÇAS A DEUS)

203077_024

A fábrica de Anaheim foi onde a mágica toda começou e aconteceu, onde grandes clássicos da Vans foram desenvolvidos, fabricados e  enviados para todo o planeta.
E foi valorizando esses 14 anos de atividade da Fábrica, localizada no número 704 da East Broadway que fizeram o Anaheim Factory Pack, onde reproduzem icônicos modelos originais da Vans com os detalhes e elementos direto dos anos de 1960 para homenagear.

O Pack consiste em seis cores: o preto, cinza, azul, amarelo, branco e vermelho. O primeiro modelo recebe o nome original de “Style #44” em sua etiqueta interna.

(OBS: Por quase 30 anos, todos os tênis da Vans foram batizados com números – detalhe muito apreciado pelos colecionadores ao redor do planeta.) 

lallaa

Aos detalhes que deixam essa coleção tão especial:

  1.  O Cabedal: A famosa lona 10oz, apelidada de “duck canvas”, replica as lonas originais utilizadas pela vans na década de 1960.
  2. TAG: a tag Vans é a assinatura de todos os nossos clássicos. No Anaheim Factory Pack, o esquema de cor original com fundo branco e logo azul foi resgatado em todas as versões do AuthenBc.
  3. Cadarço: Produzidos em algodão puro, idênticos aos fabricados na  fábrica original nos anos de 1960.
  4. VIRA: um dos mais amados detalhes entre os fãs da Vans está de volta, a vira mais alta e brilhante (o solado vulcanizado) igaul aos de 1966.
  5. Palmilhas: As palmilhas da década de 90 eram revestidas com uma peça de couro na região do calcanhar, garantindo um conforto maior, nesse modelo de 2017 encontro a tecnologia UltraCush revestindo toda a palmilha.

Uma curiosidade importante é que desde o início da loja a estrutura familiar foi essencial para o crescimento da Vans, a nossa amada sola Waffle foi desenvolvida por James Van Doren, irmão e sócio de Paul Van Doren (fundador da marca).

No Brasil ele veio do 34 ao 44 e seu preço é de R$349,90.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Vejam a Campanha “DO YOU” da Puma com Cara Delevingne

A grande Top Model lançou uma recente parceria com a Puma que se chama “DO YOU”  , nela vemos 3 lindos tenis, e parece que agora o seguimento da campanha obteve peças de roupas.
Cara Delevigne é singular, sinuosa e as suas sobrancelhas marcam ainda mais o seu olhar de durona, mas acima disso a estrela da campanha  que começou em 2015 tem demonstrado ainda mais o que é.

A campanha apresenta o modelo com um amigo selvagem. Em destaque nas ultimas fotos, vemos algumas peças que eu particularmente achei muito bonitas, incluem-se um sutiã de esportes de ouro e preto, ( com um top desses eu acho que até arranjo disposição para malhar), crewneck, e o meu favorito mesmo foi o maiô. (até porque eu pareço uma senhorinha da hidroginastica d etanto que amo um maiô).


 A campanha de Cara trás um novo olhar sobre os produtos e sobre a modelo, é como se ambos refletissem a personalidade de uma forma menos rasa. Além disso, também temos outro olhar para o Puma Suede Heart Reset em “Aruba Blue”. Confira o vídeo abaixo com o início da campanha e as fotos do editorial:

 

 

Coleção Puma X CAREAUX 2017

 

A Marina ama a Careaux, o blog admira demais e já falou da Caroll Lynn e do seu trabalho com a Puma, os motivos para ama-la não faltam e parece que cada vez mais a incrível ilustradora nos surpreende. (A AMIGA FINALMENTE LARGOU DO ROSA E FEZ UM COLEÇÃO MARAVILHOSA PARA PEGAR O FAMIGERADO BRONZE).

Em sua nova coleção Primavera/ Verão 2017 Careaux buscou maior influência de sua viagem pela Ásia, seu tempo no Japão foi inspirador, substituindo o rosa da coleção passada pelo céu azul japonês lúdico, com suas nuvens e sol nascente ela transmitiu bem toda a sensação refrescante e leve no lookbook.

A coleção concentra-se em tons de branco, off-white e azul esbranquiçado e tons mais fortescomo azul marinho, seus gráficos ondulados entram em cena  invadindo a gama de azuis do oceano.

Ela se reveza entre calçados e roupas, nos calçados o Basket Classic ganha três versões encantadoras com materiais como camurça, couro envernizada e couro granulado.
O Blaze Of Glory Sock tamém recebeu 3 variações em sua silhueta.

Ela coloca seu toque contemporâneo em roupas leves como, shorts, vestidos, blusas soltas e croppeds, fugindo um pouco de sua antiga coleção, mesmo sendo moda praia, a coleção também tem Jaqueta Bomber que ficou sensacional com os gráficos enraizando a cultura japonesa. Além disso, a coleção também conta com acessórios, com um boné de basebol e uma linda bolsa “Sacola”

O lançamento mundial da coleção está previsto para o dia 7 de Abril, vamos esperar para que pelo menos algumas peças venham para o Brasil!

Confira o Lookbook:

PUMA x Careaux Primavera 2017 Colecção

 

 

Confira o Teaser da Coleção:

 

Fotos de divulgação:

 

 

Teyana Taylor e sua explosão de cores no Reebok Classic Freestyle Hi

Teyana Taylor continua a recordar os anos 80 em uma nova campanha para o recém-lançado Freestyle Color Bomb Pack da Reebok.

A artista da nomeada gravadora GOOD Music  se tornou embaixadora da Reebok e desde então Classic Freestyle Hi nunca mais foi o mesmo. Ela que além de cantora também é atriz e modelo não é apenas o rosto da campanha, mas também ajudou a criar as duas Colorways.

Muitos não sabem mas  o Reebok Classic Freestyle Hi  surgiu em 1982 e foi o primeiro tênis  fitness projetado especificamente para mulheres.

Este slideshow necessita de JavaScript.

E para comemorar esses 35 anos do tênis, A Reebok nos apresenta o  pacote Freestyle Color Bomb que vem em dois tons coloridos, o primeiro em Pink Craze (usado por Taylor) e o outro é o Mineral Mist. Ambos tem uma parte superior de couro com um forro macio e sua entressola em EVA, proporcionando assim uma almofada extra.

ruTEY

 

 

É 1º DE ABRIL, Mas não é mentira!

Um dos tênis mais esperados acaba de confirmar sua venda aqui no Brasil! O Air Jordan 1 é o primeiro modelo da linha de Michael Jordan para Nike, por si já é um sucesso, sendo o Royal, fica mais especial ainda, se trata de uma das Colorways mais icônicas da história. Seu lançamento em Abril tem causado um frenesi de achincalhar. Esse sim é o tênis do ano! (Na minha humilde opinião, é claro).

Sua venda no Brasil será no mesmo dia do seu lançamento Mundial, 1º de Abril.

O material e acabamento do tênis tem agradado a todos. Com sua construção muito parecida com a do Jordan Bred de 2016, o tênis é revestido com couro texturizado ( O QUE DA UM CHARME QUE MEU DEU DO CÉU), acompanhando o seu toebox,a parte traseira remasterizada apresenta um belo couro liso,assim como em suas laterais, suas cores revesam ente Preto e Azul royal, enquanto sua Midsole ganha um constrate em branco. O detalhe interessante esta no emblemático ‘Wings’ e ‘Nike Air’ que carregam a mesma característica de 1985.

Lá fora seu preço será de $160, aqui no Brasil na média de RS649,90, com sua grade que vai do 39 ao 45.

Sua venda ocorrerá em lojas selecionadas, aqui no Rio está confirmada a sua venda  na Artwalk do Rio Sul e na Nike de Copacabana.

A notícia mais importante nós já demos, agora só falta esperar mais informações e ficar ligado pra garantir o seu!

 

30 Curiosidades sobre o Air Max

Sem dúvidas é o tênis mais comentado do mês, um dos mais importantes na história da Nike e que mudou completamente a cena dos Sneakers. E em meio a tantos lançamentos e seguimentos desse modelo, nada melhor do que conhecer a sua história.

A coisa toda começou lá em 1987, foi nesse ano que a nike estaria lançando um dos projetos mais inovadores, o Nike Air Max 1, ou o 87, como alguns chamam. Sua singularidade se justifica por ser o primeiro tênis em que seu amortecimento de ar no calcanhar é visível, antes disso as pessoas não conseguiam acreditar na existência da cápsula. O responsável por esse sucesso é o Gênio Tinker Hatfield, e aqui seguem 30 fatos sobre a história do Air Max.

  1. O Air Max 1 foi inspirado no Le Centers George Pompidou em Paris.

O museu é famoso por sua construção que funcionada “de dentro pra fora” e dessa forma Tinker teve a ideia de remover a espuma e tornar visível o amortecimento de ar, o “ar” que contem dentro é Nitrogênio.(mas nem sempre foi assim)

 

2. Atmos foi a primeira empresa que teve uma colaboração com o Air Max 1

Em 2002, a Atmos que é uma empresa varejista japonesa fez uma colaboração com a Nike, gerando o incrível Nike Air Safari, que é considerado por muitos uma das maiores Airways da história. O projeto visava aumentar as vendas para sua base de clientes e criar uma versão única, nunca antes vista. Os criativos na atmos combinaram elementos do Nike Air Safari com a silhueta do Air Max 1.

3. Existem duas versões OG

Na verdade, existem 2 versões OG que veio a ser conhecido como o Air Max 1 –  os primeiros protótipos do modelos datam de 1986, e apresentou um saco de ar maior e design de midsole diferente. O airbag foi reduzido em 1987 devido a problemas de produção.

4. A tecnologia Nike-Air foi criada pelo falecido Marion Frank Rudy, um ex-engenheiro aeroespacial da NASA.

Frank Rudy, um engenheiro aeorosespacial que deixou sua carreira na NASA para ser um inventor independente, descobriu que o trabalho que ele estava fazendo para a NASA também poderia ser de uso prático no terreno. Ele foi capaz de encapsular gases densos em membranas de borracha criando um gás ou saco “AIR”. Os processos de moldagem de borracha que ele e seus colegas da NASA estavam trabalhando permitiu a criação de uma entressola escavada para caber o airbag.

A visão de Rudy e a disposição da Nike de abraçá-la junto de seu potencial, é algo que tornou a empresa pequena e jovem e transformou-a na enorme força global que conhecemos hoje. Rudy falou sobre sua invenção em 2009 pouco antes de sua morte.
(Quem quiser link da Entrevista so falar nos comentários que eu posto).

 

5. As pessoas pensaram que o Air Bag iria perfurar (kkkk eu também pensaria)

Considerando o quão longe a tecnologia da Nike Air chegou, parece bobagem que as pessoas estavam preocupadas com a perfuração da unidade Air, mas como nunca tinha sido visto nada parecido antes, muita gente duvidava que a unidade visível do Ar fosse durável o suficiente.

Iniciando uma revolução Tinker Hatfield Air Max 1 entrevista The Daily Street 003

 

6. O medo do Marketing da Nike

De acordo com Tinker, o design foi um pouco demais para o pessoal de marketing na Nike, quando eles viram pela primeira vez. Como eles poderiam vender um sapato com um buraco no lado dele? A julgar pelo sucesso de suas campanhas de publicidade com o Air Max 1, foi um aposta que trouxe muito risco, mas que fez muito sucesso.

Haviam pessoas do marketing que não pensavam que poderiam comercializá-lo porque era vermelho e branco.” Disse Tinker em uma entrevista para o Daily Street

7. O primeiro Air Max 1 “Retro” foi em 1992

O termo “retro” não estava por volta de 1992, mas isso é essencialmente o que a Nike fez, o retro Air Max 87. A versão de re-edição apresentou uma atualização em materiais para torná-los um pouco mais durável, isso incluiu alterações na sola. Além disso, os lançamentos de 1992 foram  de couro em oposição a camurça.

8. Air poderia ter sido de outra marca

Com tanta história na linha Nike Air Max, é difícil imaginar, mas a tecnologia que preenche a entressola do Air Max 1 foi realmente apresentada a outras empresas antes da Nike. Felizmente para Nike, Phil Knight reconheceu o potencial de Rudy , que achava sua criação uma revolução, outros fabricantes de calçados não sentiam o mesmo nem imaginavam seu potencial … até 1977, quando ele chegou a Beaverton. Depois de muito julgamento e erros de pesquisa e desenvolvimento, a Nike criou o Air Tailwind para lançamento em 1978 como seu primeiro sapato usando a tecnologia “AIR” de Rudy.

 

9. O anuncio na TV em 1987 usou uma canção dos Beatles

O comercial do Air Max foi a primeira vez que um disco dos Beatles foi usado em um anuncio. A Campanha de TV de 1987 para lançar o Air Max 1 foi a canção interpretada pelos Beatles (“Revolution No. 9”)  foi o primeiro uso de sua gravação real destinado a venda de produtos.

Resultado de imagem para air max 1 1987 commercial revolution

10. O comercial ficou conhecido por ter colocado a Nike “no mapa”

O Comercial elevou o conceito da empresa, Caracterizou atletas  como John McEnroe, Bo Jackson e Michael Jordan como”superstars”. O comercial é conhecido ter colocado Nike no mapa pela opinião de muitas pessoas, levando-os de uma empresa qualquer de tênis a algo conhecidíssimo.

 

11. O OG Air Max 90 e sua  lendária  colorway “Infrared”.

A denominação “infrared” a cor, é relativamente nova, pois mesmo que o tênis tenha surgido em 1990, a denominação da cor só foi oficialmente utilizado pela Nike até 2003.

Resultado de imagem para O OG Air Max 90 "Infrared" colorway. 2003

12. A campanha de marketing do Air 180 envolvia grandes nomes da época

Incluiu o trabalho do ilustrador e do colaborador de Hunter S. Thompson, Ralph Steadman, entre outros, bem como uma campanha publicitária na TV dirigida por David Cronenberg (diretor de The Fly , Crash , Naked Lunch e outros).

Resultado de imagem para marketing do NIKE  Air 180

13. O Air Max 1 sem dúvidas foi um grande desafio!

O desenvolvimento do tênis praticamente colocou a carreira de Tinker  Hatfield em risco. A empresa estava em um momento crítico. Tinker  literalmente tinha mensagens de ódio presas à sua porta, desencorajando-o de projetar o sapato, juntava o fato da proposta ser ousada, o medo do público, com o custo das pesquisas, com sua introspecção futurista Tinker fez com que o Air Max 1 se torna-se uma das silhuetas as mais bem sucedidas da Nike, ainda bem que ele não se permitiu desistir!

Bem, eu vou te dizer que quando eu terminei o sapato, havia muitas pessoas dentro da Nike que não queriam que o sapato vivesse. Imagine isso! Os empresários não pensavam que poderiam vender um sapato com um buraco.

Resultado de imagem para am1 tinker hatfield

 

14. Com o tempo a capsula sofreu uma alteração quanto ao material interno. 

As antigas unidades Air Max da Nike eram enormes, e os entusiastas viram uma diminuição no tamanho do saco. Isso é porque as moléculas que preencheram o saco era com SF6, foram grandes moléculas. A marca agora usa nitrogênio, que tem moléculas menores.

50-nike-fatos-nike-ar-max-encolhido

 

15. O Swoosh do Am1 com o tempo sofreu algumas adaptações 

Já olhou para as imagens de um par original de Air Max 1s? Se você colocá-los ao lado de uma versão mais recente, você vai notar que o Swoosh no par OG é significativamente maior do que a versão retro. Esta foi uma mudança que ocorreu em 1996, para melhor ou pior.( haha)

16. A cápsula de ar visível foi uma mudança histórica e eterna.

Para os sneakerheads que possuem um olhar mais singular sobre os tênis e suas histórias é bem mais facil ter uma percepção postiva quanto a tornar visível a cápsula de ar, mas a reação do público daquela época que foi responsável pelo sucesso do tênis, mesmo sendo um projeto tão ousado, tornando assim o Air Max 1 um dos tênis mais conhecidos dos anos 80.

 

17.O Air Max 1 começou uma revolução

A música “Revolution” que tocou no comercial não foi atoa, de fato despertou um interesse bem maior nas pessoas pela corrida. Apartir dai, a Nike e corrida se tornaram inseparaveis, e tudo isso graças ao Air Max 1.

Original Nike Air 1987 Impressão O Daily Street 04

 

18.O Air Max foi apresentado para Tinker como um pacote de tênis

Quando Nike deu a Tinker Hatfield a opção de começar a projetar o Air Max 1, foi apresentado a ele em um pacote. Levando o Air Max 1 significava que ele também estaria tendo no Air Safari e Air Trainer 1, entre outros. Todos nós provavelmente concordamos que estamos felizes por ele não recusar a oportunidade.

 

Original Nike Air 1987 Impressão A rua diária 02

 

19.O Air Max 1 tomou o marketing competitivo de Sneakers no Mainstream

A publicidade da Nike é uma coisa lendária, os anúncios que caracterizaram o revolucionário Nike Air Max 1 foram mais do que apenas grandes fotos. Nike contou a história de como eles criaram o Nike Air e se destacando das outras marcas de sneakers, incluindo spreads cheios Sports Illustrated entres outras sacadas. Essencialmente estimulou a natureza competitiva  nos anúncios de tênis, logo tomaram ao longo dos anos 80 atrasados e dos anos 90 adiantados.

20. Porque o Air Max 180 tem esse nome?

Em 1991 surge o Air Max 180, focado no público running, a ideia agora era acrescentar mais “Air” ao solado, 50% maior que o Am1, ele torna o amortecimento visível em um ângulo de 180 graus, por isso recebe o nome de “180”.

 

21. A sola do Air Max 97 é inspirado em gotas de chuva!

O Air Max 97 foi inspirado no trem expresso Japonês, remetendo a velocidade, mas além disso, a natureza também foi inspiração para o tênis. Na cabeça de Christian Tresser, o seu solado lembrava as linhas de onda causadas por uma gota de chuva em uma poça. Para um visual desafiador e  futurista, o tênis trás muitas referências ao cotidiano.

Nike Air Max 97 Silver OG

22.O Colorway do Air Max 1 também foi inspirado pelo Centro Pompidou

Como dito no inicio do post, o Air Max 1 foi inspirado no Le Centers George Pompidou, as cores vibrantes escolhidas tiveram a mesma base que Tinker teve sobre Paris. O exterior do Centro Pompidou foi pintado em cores brilhantes para fazer o design se destacar. Para o Air Max 1, o vermelho vibrante foi escolhido pela mesma razão, Tinker queria que eles fossem visíveis à distância.

Iniciando uma revolução Tinker Hatfield Air Max 1 entrevista The Daily Street 005

23.O Air Max 93 foi um grande passo, pois agora a visibilidade da cápsula não tinha interrupções 

Com o conceito de quanto maior fosse a cápsula, melhor, a Nike em uma campanha  “Even More”  trouxe um volume de ar mais visível, agora envolvendo todo o calcanhar. Com mais simetria e uma visão de 270 graus

Este slideshow necessita de JavaScript.

24.O Air Max 1 inicial tinha a midsole diferente

A primeira versão do Nike Air Max 1 apresentou uma entressola e sola diferente do que as versões que permanecem populares hoje. Não só o design era ligeiramente diferente, mas a espuma era mais suscetível ao desmoronamento (a famosa hidrólise).
Como a tecnologia da Nike progrediu, os materiais de sola intermediária e sola foram atualizados em 1992 para utilizar recursos de design mais duráveis que foram introduzidas pela primeira vez no Air Max 3, conhecido agora como o Air Max 90.

25. Depois que o Air Max 1 foi introduzido, a empresa publicou os melhores números em sua história.

 

26. As primeiras versões do Air Max 1 apresentaram camurça e malha

As primeiras versões do Air Max 1 apresentaram camurça e malha na inesquecível combinação de cor vermelha, branca e cinza. Após o lançamento inicial do sapato, as versões de couro foram lançadas em 1988 e novamente em 1992. Mas foi em 1995 que a combinação de camurça e malha voltou para o Air Max 1.

27. O Air Max 95 é inspirado na anatomia Humana

O incrível designer Sergio Lozano inspirou-se na anatomia humana; ele comenta que a estrutura do tênis lembra a coluna vertebral,  com suas costelas e tendões. Seu modelo OG possuía o PNF de amarelo néon, o clássico explodiu.

28. A cápsula de ar teve mais funcionalidade

O após o projeto do Air Max 1, sua cápsula de foi chamada ‘Maximum Volume’ com uma compressão maior, permitiu a transferência de ar no impacto, logo, assim que o Airbag  tivesse contato com o chão, ele conseguia passar além dos limites da entressola, embora pareça apenas que a unidade amortecedora de ar fosse visivel, existiu uma funcionalidade melhor. Tinker consegue ir muito além da estética. Em outras palavras, a tecnologia iria diminuir exponencialmente o impacto de um único passo sobre o corpo.

29.O Air Max 1 é o único tênis com um livro inteiro de arte dedicado a ele

Em 2011, Matt Stevens iniciou o projeto MAX100. Seu objetivo era criar a arte original e capturá-la toda na forma de um livro intitulado MAX100. O que começou como uma idéia maluca, continuou com um projeto Kickstarter e resultou em um dos projetos de tênis mais importantes entre colecionadores sneakers que compartilham um amor com o primogenito, o Nike Air Max 1.

 

3o. O Air Max Zero

Em 2015 Graeme McMillan projetou o Air Max Zero, isnpirado em um esboço de Tinker Hatfield que foi encontrado aleatóriamente. O Zero foi fiel ao seu desenho, e sua colorway em amarelo ovo foi respeitada, mas é claro que seus materiais foram avançados. O Air Max Zero é sem duvidas especial, ele não foi o primeiro Air Max, mas sem ele, o Nike Air Max 1 não existiria, ele foi o primeiro passo para a minha silhueta favorita, o Air Max1.

O Nike Air Max Zero foi o primeiro passo. “Não houve briefing, não houve pesquisa. Houve uma única revelação”, lembra Tinker Hatfield “Pensei: ‘por que não desenhar um tênis de corrida novo, bacana, que revelasse ao mundo o que de fato era o Nike Air?’

Resultado de imagem para air max zero

DÊ 1987 À 2015:

A ordem do “Air Max” não deu pra falar de todos, tentei situar as coisas mais interessantes, espero que gostem.

É interessante olhar a evolução desse tênis, de um projeto que era dito quase como “impossível” ao seu limite de possibilidade! 1987 a 2015: